domingo, 13 de maio de 2018

Corpo de Voluntários da Ordem de Malta

















Com o fim das cerimónias do dia 13 de maio, de cada ano, em Fátima, termina também a mais longa e intensa campanha anual do Corpo de Voluntários da Ordem de Malta, e inicia-se o regresso a casa de cada um dos voluntários, alguns deles ao fim de dois ou três dias de campanha ininterrupta. Regressam fisicamente cansados mas moral e espiritualmente reconfortados, como nos confidenciou um jovem médico que, com sacrifício familiar e dispêndio financeiro, tirou três dias para fazer voluntariado. Que o mesmo é dizer: fazer alguns quilómetros a expensas próprias, calçar umas luvas, colocar um avental, dispor duas cadeiras frente a frente e uma bacia de água, junto de uma bancada com material para curativos rápidos, aguardar e receber os Peregrinos, prestando-se a lavar e massajar pés e pernas, furar e tratar bolhas, reconfortar física e espiritualmente.


Faz parte da génese do Corpo de Voluntários e do carisma da Ordem de Malta ajudar de forma discreta e desinteressada os Peregrinos que demandam os lugares Santos, sem questionar as razões ou motivações, sem tirar partido da fé, devoção, missão ou desafio, e muito menos do sacrifício alheio. "Não ajudam para aparecer, aparecem para ajudar", como nos referiu um conhecido e destacado membro da Assembleia dos Cavaleiros Portugueses da Ordem de Malta que, por estes dias, troca o fato por indumentária mais informal e arregaça as mangas lado-a-lado com os demais voluntários.

Fazer voluntariado no Corpo Operacional e, nomeadamente, prestar assistência aos Peregrinos que demandam os lugar Santos, faz parte das obrigações dos Cavaleiros e Damas, membros da Ordem de Malta. A grande maioria dos voluntários, no entanto, são homens e mulheres, profissionais e não profissionais, que, de forma altruísta e desinteressada, se disponibilizam a ajudar no Corpo de Voluntários, vivênciando o famoso carisma desta milenar Ordem Católica, que consiste na defesa da fé e assistência aos mais necessitados, mundialmente conhecido por «Tuitio Fidei et Obsequium Pauperum».

«Mais um ano agradeço ao corpo de voluntários da Ordem d Malta, cada tratamento, cada carinho, cada abraço é fundamental na nossa caminhada», por Mena Marques, in Facebook

segunda-feira, 7 de maio de 2018

Com os peregrinos a caminho de Fátima!












Durante os próximos dias estaremos na estrada, com o CVOM - Corpo de Voluntários da Ordem de Malta, a auxiliar, confortar, recuperar e incentivar os peregrinos que demandam o Santuário de Fátima.
Se vai para a estrada, redobre a sua atenção, ajude e incentive a fazer este caminho; um caminho de fé e devoção, mas também de tolerância, respeito pelas razões e convicções do outro, de liberdade e solidariedade.

Na quinta-feira, 10 de Maio, visitámos o Posto de Assistência da Azambuja




domingo, 6 de maio de 2018

60.ª Peregrinação Internacional da Ordem de Malta ao Santuário de Nossa Senhora de Lourdes


No ano em que a Ordem de Malta completa a sua 60.ª Peregrinação Internacional ao Santuário de Nossa Senhora de Lourdes, a Assembleia dos Cavaleiros Portugueses marcou mais uma vez presença, com uma larga delegação Cavaleiros, Damas, Profissionais Médicos e Voluntários, chefiada por S.E. o Senhor Conde de Albuquerque.


sábado, 5 de maio de 2018

Fra' João Freire de Andrade renovou os seus votos temporários.

Fra' João Freire de Andrade, membro da Assembleia dos Cavaleiros Portugueses da Ordem Soberana e Militar de Malta, acaba de renovar os seus votos temporários.
«cerimónia muito simples mas de profunda espiritualidade», como o próprio escreveu, decorreu hoje, dia 05 de Maio, no âmbito da 60.ª Peregrinação Internacional dos Cavaleiros de Malta ao Santuário de Nossa Senhora de Lourdes, em França.

quinta-feira, 3 de maio de 2018

Juramento de Sua Alteza Eminentíssima o Príncipe e Grão-Mestre Fra' Giacomo Dalla Torre

Fra' Giacomo Dalla Torre del Tempio de Sanguinetto
80.º Grão-Mestre da Ordem Soberana Militar de Malta
Eleito ontem, dia 2 de Maio, Príncipe e Grão-Mestre da Ordem Soberana e Militar de Malta, Fra' Giacomo Dalla Torre, prestou hoje o seu juramento perante o Arcebispo Ângelo Becciu, Delegado Especial de Sua Santidade o Papa. Após o juramento, Sua Alteza Eminentíssima Fra' Giacomo Dalla Torre recebeu o colar de Príncipe e Grão-Mestre, do Grande Comandante, Fra' Ludwing Hoffmann von Rumerstein. A cerimónia teve lugar na Igreja de Santa Maria, no Aventino, junto à Villa Magistral, onde já se encontra arvorada a bandeira do Grão-Mestre.
















































quarta-feira, 2 de maio de 2018

Ordem de Malta elegeu novo Grão-Mestre

Fra' Giacomo Dalla Torre, Lugar-Tenente desde 29 de Abril de 2017, foi hoje, dia 2 de Maio, eleito o 80.º Grão-Mestre da Ordem Soberana e Militar de Malta.
A eleição acontece volvido precisamente um ano desde a última reunião do órgão electivo, em que não houve consenso suficiente à eleição de um Grão-Mestre, tendo saído eleito Fra' Giacomo como Lugar-Tenente do Grão-Mestre.
Como então referido, a particularidade desse cargo era a de nele apenas poder permanecer pelo período de um ano. Razão pela qual ficou logo agendada nova reunião dos 54 membros do órgão electivo, para 2 e 3 de Maio de 2018, a qual confirma agora Fra' Giacomo como Grão-Mestre da Ordem.
A partir d'hoje a Ordem de Malta, tal como preconiza a sua Constituição, volta a ter um Grão-Mestre, eleito para a vida, o qual sucede a Fra' MattheW Festing, 79.º Grão-Mestre, de 2008 a 2017.
Sua Santidade o Papa Francisco, assim como todos os Grão-Priorados, Sub-Priorados, Associações Nacionais, Missões Diplomáticas da Ordem e os 107 países com os quais a Ordem mantém relações diplomáticas, foram já informados do resultado das eleições.
O juramento do novo Grão-Mestre será prestado amanhã, dia 3, de manhã, na Igreja de Santa Maria, no Aventino, perante o Arcebispo Ângelo Becciu, Delegado Especial de Sua Santidade o Papa para a Ordem Soberana de Malta.
O novo Grão-Mestre será responsável por continuar a reforma da Constituição da Ordem de Malta, iniciada em 2017, com vista à sua adaptação aos novos tempos e actualização da missão da Ordem.
Actualmente presente em 120 países em todo o mundo, com mais de 2000 projectos no campo médico-social, a Ordem de Malta tem mais de 120000 voluntários e pessoal médico.
O primeiro acto oficial do novo Grão-Mestre, como já havia sido no ano transacto enquanto Lugar-Tenente, será a presidência da 60.ª Peregrinação Internacional da Ordem de Malta a Lourdes, em França, que terá lugar já de 5 a 8 de Maio.

Fra' Giacomo dalla Torre com sua Santidade o Papa Francisco
no passado dia mês de Abril, no Vaticano